Miomectomia

Cistos de Ovário

Todo mês, durante o ciclo menstrual, um folículo (onde o óvulo está se desenvolvendo) cresce no ovário. Na maioria dos meses, um óvulo é liberado deste folículo (o que chamamos de ovulação). Se o folículo não conseguir abrir e liberar o óvulo, o líquido permanece dentro dele e origina um cisto. Isto é chamado de cisto folicular.

Um outro tipo de cisto, chamado de cisto de corpo lúteo, ocorre após o óvulo ter sido liberado de um folículo. Esses geralmente contêm uma pequena quantidade de sangue.

Há ainda outros cistos freqüentes, são eles:

Cisto hemorrágico, Cisto dermóide, Ovários com aparência policística, Endometrioma ou cisto endometrióide, Cistoadenoma.

Os cistos no ovário são comuns e ocorrem com mais frequência durante a idade fértil da mulher (da puberdade até a menopausa). Não foram descobertos fatores de risco.

Geralmente os cistos ovarianos não produzem sintomas e são encontrados durante exames físicos de rotina ou são vistos por acaso em ultrassonografias realizadas por outros motivos. Na ultrassonografia faz-se a avaliação do conteúdo do cisto em simples (apenas preenchido por fluido), complexo (com áreas de fluido misturadas com material sólido) ou completamente sólido (sem fluido visível). Os sintomas que podem ocorrer normalmente são dor ou atraso no período menstrual.

É provável que um cisto ovariano cause dor se:

• Aumentar de volume
• Sangrar
• Romper-se
• Sofrer uma colisão durante a relação sexual
• Torcer

Geralmente não necessitam de tratamento, pois somem depois de 8 a 12 semanas sem tratamento. Em outros casos, pode ser necessária a realização de cirurgia para a remoção de cistos ou do ovário para garantir a ausência de células cancerígenas.

Atualmente a via de acesso padrão ouro para qualquer procedimento cirúrgico é a laparoscopia. Praticamente qualquer cirurgia pode ser realizada por acesso laparoscópico. O cirurgião identifica o cisto e procede a remoção do mesmo. Na ausência de suspeita de malignidade, a cirurgia inclui apenas a remoção do cisto, sendo que o restante do ovário é preservado. Nos casos de torção do cisto ovariano, ocorre dor abdominal severa associada a náuseas e vômitos. Trata-se de uma emergência e a cirurgia é indispensável.

< voltar
DRA. EVELINE LINHARES - GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA
VILA CLINIC - (Atrás do Hospital Dr. Estevão e do Abrigo)
Rua Dr. Figueiredo Rodrigues, 573 Centro, Sobral - CE
Tel.: (88) 3613-2001\ 3613 4001\ 9747 8013
Encontre no mapa
Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia International Federation of Gynecology and Obstetrics Sociedade Brasileira de Videocirurgia International Urogynecological Association Associação Brasileira de Patologia do Trato Genital Inferior e Colposcopia